Yohohoho #4 – O grande livro dos mangás e Valsa com Bashir

Um material essencial para qualquer fã de mangá!

Um material essencial para qualquer fã de mangá!

Olá a todos! Hoje trago-lhes a edição 4 do Yohohoho e com ela uma novidade ainda em fase de aprimoramento, mas que deve ser implementada em todas as edições daqui em diante, trata-se do roteiro do programa que vocês poderão conferir no fim da postagem. A edição ficou bastante curta, mas tenho certeza que o conteúdo está muito bacana.

Podcast: Download [Duração: 10:06 -9,26 mb]

Feed de Podcasts do Yopinandohttp://feeds.rapidfeeds.com/45097/

(00:00:00) Apresentação e Introdução
(00:01:54) O grande livro dos mangás
(00:05:13) Valsa com Bashir
(00:06:46) Recados e Considerações Finais

Citados nesta edição:

Confiram o roteiro desta edição abaixo

Olá à todos, eu sou Evilasio Junior e esta é a 4ª edição do Yohohoho

<Introdução>

Hoje falarei do primeiro livro sobre o estudo dos mangás que tive o prazer de ler, trata-se de “O grande livro dos mangás” do pesquisador espanhol Alfons Moliné, uma ótima dica tanto para fãs casuais, quanto para aqueles que se interessam em estudar mais a fundo os quadrinhos japoneses. No momento Yohohoho, a animação que ganhou o globo de ouro de melhor filme estrangeiro em 2008, Valsa com Bashir.

E para começar um trecho do livro do livro indicado hoje:

“O único país que conseguiu transformar os quadrinhos em um produto consumido pelo público de todos os sexos e de todas as idades e torná-los igualmente presentes em todos os meios fora do papel impresso pode e deve mantê-los. Se em alguns anos, for escrita uma nova história dos mangás que englobe o período a partir da aparição deste livro, é de se esperar que esteja repleto de novos e atraentes personagens, de jovens e promissores autores talentosos e, em suma, de acontecimentos surpreendentes e esperançosos. O futuro dos mangás merece isso, e muito mais”

<1º Bloco: O grande livro dos mangás>

Em “O grande livro dos mangás” Moliné apresenta as origens do mangá, sua evolução através do tempo, sua importância para a cultura japonesa e a influencia dessa mídia na cultura dos outros países.

O livro é dividido em três partes, na primeira é apresentado um histórico do mangá desde sua origem até os tempos atuais, quais são as diferenças e semelhanças entre mangás e comics, como funciona o mercado de mangás no Japão, quais são os gêneros de mangá, como os mangás influenciaram e influenciam as animações japonesas, a origem e como funciona o mercado ocidental de mangás e por fim, o que esperar do futuro dos mangás segundo o autor. Na segunda parte o autor apresenta uma pequena análise sobre 101 mangás selecionados segundo critérios apresentados na introdução do livro. E na terceira e última parte ele fala sobre 101 autores de mangá.

Ao ler esse livro obtive o conhecimento sobre como surgiram os mangás, a evolução dessa mídia e a importância dos quadrinhos japoneses hoje em dia, pude conhecer diversas obras de qualidade e importantes para a história dos mangás e descobrir mais sobre autores que respeito e sobre outros que nem conhecia. O livro é escrito com uma linguagem simples que funciona muito bem até mesmo para os leigos no assunto.

Sei que falo isso de tudo que indico aqui mais essa é uma obra excelente tanto para fãs de mangá, como para qualquer fã de arte sequencial. Aliás, quem se considera fã de mangá deveria ter O grande livro dos mangás em sua estante.

A edição nacional do livro é da editora JBC e foi publicada em 2004, dois anos após a publicação original, vale ressaltar que essa versão foi revisada e atualizada pelo próprio autor.

Esse livro foi sem dúvida uma das grandes influências para que eu criasse meu primeiro blog sobre o assunto, A Enciclopédia Brasileira de Anime e Mangá lá em 2007 e posteriormente o Anime Portfolio que já está a mais de quatro anos na ativa.

Em minha opinião a arte sequencial é uma das mais belas formas de expressão que existe e a arte sequencial japonesa é de longe a minha preferida, por isso espero que este áudio tenha lhes feito se interessar ao menos um pouquinho por esse grande livro.

<Transição de Bloco>

<2 º Bloco: Valsa com Bashir>

E no momento Yohohoho de hoje, apresento-lhes a primeira animação a concorrer ao prêmio de melhor filme estrangeiro em um Oscar e ganhar o Globo de Ouro na mesma categoria. Trata-se da animação documental “Valsa com Bashir” que conheci devido a um excelente texto sobre documentários animados lá do site Animatoons.

O longa apresenta a história de Ari Folman, o seu próprio diretor, em busca de suas lembranças perdidas dos momentos que presenciou durante uma missão na 1ª Guerra do Líbano.  Essa é uma história emocionante sobre uma das guerras mais violentas do século 20. É um filme imperdível!

<3º Bloco: Considerações finais>

É hora de terminar mais essa edição do Yohohoho, mas antes gostaria lhes convidar a conhecer o projeto Um Anime Por Dia acessando a página http://umanimepordia.com.br/. Lá você poderá conferir diversas resenhas de anime que são postadas a cada dia. A meta é completar os 365 dias do ano apresentando todo dia uma nova resenha.

Por fim, caso tenha gostado deste podcast, não deixe de comentar, ou de mandar e-mail para o blogyopinando@gmail.com informando o que achou do tema, se já conhecia as obras citadas, qual sua impressão sobre as mesmas e dicas para temas futuros. Também nos siga o twitter @Yopinando para conferir todas as novidades do blog. Então, até mais a todos, nos vemos de novo no próximo Yohohoho!